Introdução à Canção da Acha-d’Armas

A “Canção da Acha-d’Armas” (“Song of the Broad-Axe”) apresenta uma grande estrofe introdutória e um persistente uso de anáforas (conferir a seção 3.5 da tese).

Este poema foi publicado em 1856 e sofreu muita revisão, mas as seis primeiras linhas permaneceram intocadas sempre. Em relação ao machado (acha-d’arma) mencionado no título, Whitman mostra sua inutilidade nas mãos de carrascos europeus, enquanto elogia seu uso nas mãos de madeireiros e lenhadores na América (esses termos eram usados para se referir à ocupação de corte de madeira antes da invenção de serras elétricas e equipamentos similares). Como resultado desse trabalho, haveria madeira para a construção de casas, mobília, etc.

A parte intermediária da seção 3 é uma auto-referência, já que o poeta trabalhou como marceneiro em sua juventude (ajudando o pai a construir casas). Uma parte deste poema foi mais tarde excluída pelo bardo norte-americano. Esta seção, denominada “Sua Forma se Eleva” (“His Shape Arises”), é citada na seção 2.5.2 da tese.

***

***

*

***

online mobiраскрутка продвижение сайтов харьков